Para aliviar a alma e incrementar palavras...
Bem vindos ao delicioso Pudim de Letras, onde a receita é simples: Bom humor, criatividade, esperança e nem um pouquinho de preconceito.

08 dezembro, 2007

Fugida

"Nubia, tem que pagar as mesas!" (Gerente)
"Olha não precisamos mais do sorvete que você pediu para amanhã. Cancela tudo!" (Gerente)
"Você pediu carne demais, onde vamos guardar tudo isso?!" (Gerente)
"Olha tem mais gente escalada do que precisava!" (Sr. meu marido)
"Fulaninho não serve para trabalhar aqui e você chamou!" (cozinheira)
"E a cerveja? Vai chegar?" (Gerente)
"Amor, vai lá no escritório pegar o talão de cheque!" (Sr. meu marido)
"Deu comida para os cachorros hoje?"(Sr. meu marido)
"Você não cuida dos seus filhos!"(Sr. meu marido sobre os fihos cachorros)
"Hoje você vai conseguir ir na casa da sua avó?" (Minha mãe)
"Ah você escalou um monte de gente e não chamaram minha mulher" (churrasqueiro)
"Vc é a filha mais linda do mundo! Vai dar tudo certo e não desiste!" (meu pai)
"Vá descarregar a máquina" (Sr. meu marido)
"Pede a cadeira para domingo." (Sr. meu marido)
"Não pede a cadeira p domingo" (sr. meu marido quando já estou ao telefone fazendo o pedido)
Ahhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhh!
Vou enlouquecer! Alguém me empregada p trabalhar num asilo de velhinhos ou numa creche comunitária?!

07 dezembro, 2007

25 Anos!


Vejam só que eu nem tive tempo para contar da festança!

(É... muito trabalho! Trabalho aos montes que estão me fazendo ficar louca, ficar sem dormir, pirar total o cabeção. Tá fooooda!!! Literalmente foda!)

Mas... pude comemorar meu aniversário este ano muitíssimo bem comemorado!

Do salto alto ao pé descalço, da maquiagem bonita ao olho preto da maquiagem escorrida, dos cabelos produzidos com escova de chocolate aos cachos soltos, do vestido novo ao vestido todo molhado de bebida derramada ao fim da festa!

Foi ótimo! Todos os amigos reunidos numa festança p lá de legal. Muito som da banda preferida e os amigos preferidos que amam de verdade deram valor a cada centavo suado gasto na festa e ficaram lá até o final, curtindo até todos nós não aguentarmos mais!

Eu estava radiante de alegria! Era só felicidade!

Com os melhores presentes que alguém pode ter aos 25 anos eu estou mesmo muito realizada.

Um vôo de helicóptero pela cidade mais linda, e a grande surpresa que foi me fez sentir muito especial e muito amada. Foi fatal para me encher de tanta felicidade.

Ver os meus amigos chegando a festa, um a um, foi expetacular para a minha alegria de viver.

Ganhar até uma lembrancinha de uma de nossas colaboradoras do sítio com um abraço e lágrimas nos olhos, agradecendo por estar a ajudando me fez enxergar que o meu trabalho (que é estressante e que faz eu querer chutar o balde todos os dias) tem sido bem feito e que eu to podendo ajudar as pessoas que precisam de um trocado. =)

Ver ele, o amor da vida, cantando e tocando The Reason no meio do show. Foi tão, tão, mas tão emocionante que me fez chorar muito de tanta emoção. É a nossa música!

Foi tudo! Até o bolo lilás com borboletas brancas!

Parecia uma menina de 6 anos ganhando a festa de aniversário e o bolo do tema preferido.

Mais o mais importante mesmo é que eu voltei a sentir tanta felicidade que fazia tempo que não sentia!

Viva os 25 e viva todo mundo que colaborou para ele acontecer!!! EU AMO MUITO TODOS VOCÊS!!!

21 novembro, 2007


E por mais que ainda exista o amor...

Que a fidelidade, respeito, confiança e amizade ainda esteja presente... e que todas as outras coisas estejam andando conciliadas.. Ainda falta!
Falta tempo p amar, tempo p sonhar, refazer as idéias, pintar tudo bem colorido, descobrir um mundo à sós.
Alma cansada, dias atritos, chuva, tempestade dentro do ser. angústia, incapacidade...
E surge a pergunta: "E pq a gente só escreve qdo está triste?"
... As linhas saem trêmulas, a letra um garrancho, o borrão na tinta da lágrima que caí... os olhos baixos. E sempre sou eu. Eu e os meus melhores companheiros da angústia: caneta, papel e meu pc.
Já que falar não é nada fácil, mostrar é complicado... se sentir invadida e frágil, pior ainda. Prefiro ficar aqui... pensando nas coisas, expondo as idéias, sendo um canal de mim mesmo para chegar lá dentro... lá no interior. E descobrir que sempre vai ser assim. Sozinha. Menina mimada. Querendo tudo e não querendo nada. Amando muito e não amando nada. Achando defeitos e tentando sempre ocultar os meus.
Espécie rara!
A cabeça a mil... e ainda assim não para de produzir perguntas, dúvidas... é crueldade comigo.
Mas no fundo, após essas 6.500 linhas de "coisa com coisa"...
Na verdade, eu só queria uma família. Pai, mãe e filha.

...

video

26 setembro, 2007

Gorda saindo do abismo.

Primeiro dia da dieta da sopa.
Hoje só posso comer frutas e a sopa. (Ainda bem que sopa é um dos meus pratos prediletos. Sopa de qualquer coisa, até de pedra.)
Sofrido demais, estar morrendo de fome e dar de cara com uma pera e mamão no café da manhã. Engoli os dois. (Não sou nada fã dessa história de frutas.)
Tudo o que eu queria era um belo copo de nescau quente e um pão francês com um queijo prato na chapa. Hummmmmmmmmmmm... (É provável que hoje eu só fale de comida...)
Lanchinho da manhã: uma pêra. Nada de delicioso nisso...
To aqui pedindo pelo amor de Deus que chegue logo o quarto dia que é bife. Bife e tomates.
Além de estar me sentindo gorda, esquisita, sem forma, as calças 38 não estrarem mais em mim, só comprar batas p esconder a pança, aumentar o tamanho do biquine pq tem uns 18, tamanho P que ficam surreal no meu corpo...enfim... Fiquei super assustada quando fiz a avaliação física da academia e vi que só Jesus me salva!!! Tenho mais gordura do que corpo.
Juro que quase morri de vergonha do avaliador que apertou todas as minhas banhas sem eu ter nenhuma intimidade com ele. Não quero vê-lo nunca mais na vida!
E no final p eu entrar em depressão de vez ele disse: Menina, tão bonita e acima do peso desse jeito! (Eu queria morrer, mas antes segurar a boca dele e enfiar 50kg de carne de porco para ele morrer estribuchado e gordo como eu!)

Sem sofrimento e esforço a gente não vence! Por isso só posso sentir vontade de comer agora, mas como dizem é uma coisa que dá e passa.
Viva a dieta da sopa!
Amanhã eu conto como será o segundo dia e se o meu computador ainda está inteiro, pq estou quase comendo esse desgraçado que tem maior cheiro de pizza.

Fomeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeee!!! (É negra!)

17 setembro, 2007

Dependência é ridículo. Orgulho faz parte!

Não é que eu seja orgulhosa. Tá, eu sou sim.
Mas nada melhor que usar o que é seu, gastar o que é seu, estragar o que é seu, o seu ser seu e assim por diante!
Imagina só emprestar os lençóis da sua cama, a sua tv, a toalha de banho, calcinhas, calça jeans, carro, cartão de crédito, sua casa?! Sem condições!
Imagina também pedir dinheiro para o chopp com as amigas, para fazer as unhas, o cabelo, comprar um vestido e até o anticoncepcional?!
A velha história chata que meu pai sempre dizia era que a gente dá mais valor quando a gente conquista sozinho.
Olha é a mais pura verdade. E como gosto muito de valor... me dá licença e deixa o esforço ser só meu! Deixa por minha conta que se eu não fizer bem feito, ainda assim vou estar feliz comigo mesma.
Não é fácil ser mãe aos 24 e não poder bancar uma faculdade, uma viagem para o exterior, um banho de loja, um banho de beleza e futilidades.
Mas, se esta foi a minha escolha... a filha é minha, a vida é minha e as divídas, idem.
Não peço, não cedo, não troco e faço a mais pura questão de quitá-las do jeito que posso, do jeito que der. Mas pagas por mim, com meu trabalho, com a unha que eu deixo de fazer no salão de beleza e com a blusa nova que eu tanto queria comprar.
Ah e me digam: Quem nessa vida faz alguma coisa p alguém sem esperar algo em troca???
Prefiro as dívidas comigo mesma.
Depender? Jamais!

E repito: Tá foda ser pobre todo dia!

11 agosto, 2007

Dia dos Pais!!!

Mais um dia dos pais!
E o meu coração apertou tanto a ponto de escrever um email para o pai da minha princesa na tentativa de mostrar a ele mais uma vez, que por mais que eu queira, meu coração não desiste!

...

Falar de pai para mim é tão fácil quanto comer chocolate.
Você é de despertar inveja!
E é inevitável eu conter a emoção para falar de quem eu me orgulho e admiro tanto...
Você é o pai que pega no colo, que abraça, que ouve, que ajuda, que faz planos, que me imaginava como eu seria bem antes de eu nascer (adoro qdo vc diz isso), é exemplar, cuidadoso, engraçado, inteligente...
Vc sou eu na versão masculina. Somos tão parecidos em atitudes, gestos, tolerância e coração que chega a ser assustador.
Tudo o que vc fez na vida foi me proteger. Me manter por perto.
Mas, como sempre fui adepta a liberdade, fugi cedo das suas asas. Hoje sei que foi uma pena!
Ai sinto saudade do tempo perdido qdo ficamos sem nos falar, da falta de sentar no seu colo, de ouvir histórias, de almoçar com aos domingos, de dividir o jornal, de contar meu dia...
Queria mesmo que nunca tivesse chego a tal hora que eu fui dona do meu nariz, como vc sempre dizia. Queria ficar sempre ali protegida.
Eu e vc, vc e eu.
Mas filhos a gente faz para vida...
Crescem! E ficam horriveis! Entram na adolescência e se acham o rei do mundo!
E os pais, que só fazem amar, amar, amar sofrem tanto que só hoje eu imagino.
Saudades do tempo em que vc me acordava para ir a escola com o leite quente sob a mesa, me levava até o ponto de ônibus, ajudava com o dever de casa e mesmo com sua tamanha "pão durice", que inclusive já virou piada... sempre me deu tudo o que podia e o que não...
Eu sei que fui e acho até que ainda sou o seu xodó.
Eu vejo os seus olhos brilharem qdo me vê. O sorriso sincero qdo me abraça com o abraço mais aperto do mundo como se estivesse dizendo q nunca vai deixar de estar por perto para me proteger.
Vc também é como eu sonhava, antes de eu nascer.
Eu estou aqui para ser sua filha. E mesmo depois de tantos erros, ainda dar muito orgulho. Assim como vc me dá a mim todos os dias!

Paizinho,

Muito obrigado por cuidar de todas nós!!!

Amamos vc! Nú, Jú e Jéssica

12 julho, 2007

Afinidade!

E hoje eu descobri o quanto isto é tão recompensador...
Afinidade é o que eu tenho com meu pai... que sente quando minha voz tá murcha ao telefone, que diz que antes mesmo de eu nascer, ele já sabia como eu seria, que me olha no olho e diz que está do meu lado, que conhece quando estou angustiada e fico sem falar e que é tão orgulhoso quanto eu.
Afinidade é o que eu tenho com minha mãe... que me liga perguntando se está tudo bem quando não está, que sonha comigo quando mais preciso dela, que é seca, rude, desapegada, mas faz tudo o que pode por mim.
Afinidade é com minha vó... que antes mesmo de saber que to indo até a casa dela, faz a sopa que eu gosto e chocolates caseiros de sobremesa... e me diz: "Parece até que adivinhei que você viria!".
Afinidade é com a minha filha... que quando o telefone de casa toca ela já sai gritando que sou eu, qdo realmente é. Que me enche de beijos quando estou triste, e que diz que ama a cada 5 min, mesmo eu tendo inúmeros defeitos. É ela não me culpar por ser assim, e me defender cada vez que alguém diz algo contra mim. Afinidade foi a primeira vez que olhei nos olhos dela. É estar aqui com pensamento lá, é saber que aonde quer que eu vá ela estará comigo, e eu com ela dentro do coração. É me emocionar cada vez que eu falo dela... É ter nascido ela de mim...
Afinidade eu tive à primeira vista com meu rapaz... na primeira demostração de irreverência e simpatia, é esconder que to triste, chorar trancada no banheiro e ele sempre descobrir. É essa percepção. É sofrer junto e chorar junto e ser feliz junto também...
Afinidade é com minha amiga borboleta... de noites à dentro na varanda, conselhos discretos, amores e piadas se repetindo a cada final de semana.
Afinidade é o que eu senti pela ex do meu namorado e pela namorada do meu ex... que falei "oi" virtualmente e dias depois, contava segredos, falava futilidades e riámos junta por diversas horas...
Afinidade até com quem já me desentendi... a afinidade vem quando a gente cresce. E isso é perdoar. É se doar tanto como se nada nunca estivesse acontecido, é passar uma borracha no passado e viver o presente... estranho, mas parece que nos conhecemos e somos amigos há anos.
Afinidade também por quem eu ainda nem conheço fora do virtual... sim, é surreal. A velha história do " nunca te vi, mas sempre te amei" funciona bem comigo. E muito bem!
Amigo de verdade não precisa ter vindo de infância... amigo de verdade basta ter afinidade. E afinidade basta em 10 minutos de conversa.
Não precisamos nos falar todos os dias, dizer que nos amamos sempre, sair todo final de semana... só precisamos ser amigos!
E quem tem afinidade, sente bem aqui dentro do peito quando um amigo precisa de nós...
Mas, a afinidade mais legal tem sido com esse blog aqui... ahhh como a gente se entende! rs
Meio sem nexo... Mas deu vontade!
Recebi de um amigo virtual e acho q devo postar aqui:
"Um Meio ou uma Desculpa"

Não conheço ninguém que conseguiu realizar seu sonho, sem sacrificar
feriados e domingos pelo menos uma centena de vezes, da mesma forma,
se você quiser construir uma relação amiga com seus filhos, terá que
se dedicar a isso, superar o cansaço, arrumar tempo para ficar com
eles, deixar de lado o orgulho e o comodismo. Se quiser um casamento
gratificante, terá que investir tempo, energia e sentimentos nesse
objetivo.

O sucesso é construído à noite! Durante o dia você faz o que todos fazem.

Mas, para obter um resultado diferente da maioria, você tem que ser
especial. Se fizer igual a todo mundo, obterá os mesmos resultados,
não se compare à maioria, pois infelizmente ela não é modelo de
sucesso, se você quiser atingir uma meta especial, terá que estudar no
horário em que os outros estão tomando chope com batatas fritas. Terá
de planejar, enquanto os outros permanecem à frente da televisão. Terá
de trabalhar enquanto os outros tomam sol à beira da piscina.

A realização de um sonho depende de dedicação, há muita gente que
espera que o sonho se realize por mágica, mas toda mágica é ilusão, e
a ilusão não tira ninguém de onde está, em verdade a ilusão é o
combustível dos perdedores, pois....

"Quem quer fazer alguma coisa, encontra um meio".

"Quem não quer fazer nada, encontra uma desculpa "


Roberto Shinyashiki

20 junho, 2007

Depende de nós!

Tá tudo muito cinza.
Um corrente de energia negativa está fazendo ronda por aqui.
E ao mesmo tempo que to cagando p ela, ela tenta me possuir.
Me envolvo nos problemas alheios, sofro por problemas alheios, quero resolver os problemas alheios!
Aí olho para mim: Me orgulho de não ser egoísta, nem mesquinha, nem patética, nem chata, nem amélia, nem metida e me orgulhava muito mais de não ser dependente!
Mas, agora, me sinto assim... total dependente! Dependo da felicidade do próximo, do sorriso do próximo, do bem estar do próximo e da saúde do próximo!
E eu? To ficando aqui da janela da minha própria vida, esperando ela passar... To desacreditando nas pessoas, to ficando fria emocionalmente, to perdendo as lágrimas e to ficando quase sem ar.
As coisas mudam tanto, a gente sente saudade, sofre na alma... e faz o que para mudar?! Odeio me sentir medrosa, embaraçada, frágil e dependente!
Antes, tinha barba feita, perfume no punho e pescoço, meia luz e bolinhas azuis no teto... tinha depilação, lingerie nova, perfume entre os seios e no pescoço e o coração disparado enquanto eu caminhava p lá... Tinha horas de sexo selvagem, romantico e casual... e era tanta mágica e perfeição que seria impossível de não me apaixonar.
Hoje, convivo à dois... vejo a barra que é estar sob o mesmo teto, dividindo problemas, chorando sozinha pelos cantos e deixando de lado a lingerie nova, o perfume e a depilação.
Antes, ao menos, não me sobrava tempo para pensar na quantidade de problemas existentes numa família, que não é sua; numa casa, que não é sua; num relacionamento, que quase não é o seu...
E eu to aqui dependente de compania p viagem, de cinema de mãos dadas, de quarto à meia luz, de encanto e de sedução...
Eu precisava afastar o meu amor de tantos problemas, colocar ele num lugarzinho só nosso, onde a gente pudesse ser muito feliz!
Falta um pouco de pulso firme e coragem...
E eu to ficando sem vontade de continuar.
Só depende de nós!

13 junho, 2007

Dias dos Namorados???!

Dias dos namorados!
Sabe quando vc se programa p ser perfeito? Passa um dia planejando, baixando músicas, lendo sites... escolhendo as cores da vela, o jantar, a lingerie...
Então, deu tudo errado!
... mas até aí tudo bem... Bola p frente. O que não podia é deixar passar em branco o dia dos namorados, quando já existe tão pouco romance no relacionamento.
Esse é o dia de se reapaixonar e de curtir à dois o que é sempre tão monótono e ligado no automático. Eu levo esse dia tão à sério que parece meu aniversário!
Deu errado novamente...
Conclussão: um frio de bater dentes e o bonzinho do meu namorado me levando na garupa da moto para jantar num restaurante legal às quase 11 da noite, só para não passar em branco.
Não posso deixar de dizer que ele faz o que pode. Mas também não posso me permitir enganar. Não posso dizer que foi um belo de um jantar e que eu chorei enquanto tocava "One Last Cry" pq estava emocionada... não! Chorei de tristeza mesmo! Pq ele é um fofo! Fez o que pode para não estragar o dia... e eu me sinto culpada por não estar feliz!
Não quero dividir mais as escovas de dentes!
Não quero mais acordar e esperar para ter que usar o banheiro!
Não quero mais chegar em casa e me preocupar se estou incomodando!
Não quero mais me preocupar em quem eu convido para entrar!
Não quero mais esperar o tempo passar e não fazer nada!
Não quero mais nada disso!
Quero me sentir pelo menos num quarto só meu! Dona da minha vida! Me sentir em casa, pelo menos num cômodo ajeitado por mim... pintar de abacate e ser feliz se é a cor que eu gosto! Encher de fotos que me façam lembrar de dias felizes e seguir a minha vida da maneira que eu acho que tem que ser! Ainda que seja na casa dos meus pais...
Eu quero é ser feliz e no próximo ano ter o dia dos namorados com ele mais feliz do mundo num flat alugado por 2 dias!
Preciso me reencontrar que to perdida!

...

29 março, 2007

Diálogo

Amanda: Zoropa? Tô dentroooo! Só falta a grana, hehehe....mas olha...vamos ter que ter um roteiro alternativo para o caso de vc querer peregrinar lá no Caminho de Santiago, ok? Rsrsrsrrs....

Núbia: Tdo bem! Ainda bem q a gente se entende... ahahahah Cada uma faz o q tem vontade! Se bem q irmos às duas seria tão divertido q eu provavelmente deixaria Santiago para outra hora... ahahahah Imagina... mochilão, amsterdã... ai ai ai

22 março, 2007

7 primaveras!

Como o tempo passou corrido!
Sinto falta por não ter curtido mais essa minha amiga...
Tá grande, magrela, sem dente... os cabelos que não crescem, mas cada vez ficam mais loiros.
7 anos... uma vida feliz! Avós maravilhosos... muito amada!
Inteligente, meio "gente grande", esperta, presta atenção em tudo e se preocupa...'
Queria ter curtido mais! Passa muito depressa... num piscar de olhos e já foi! 7 anos!
Essa fase também é ótima! Escolhe o que vestir, acha uns vestidinho brega, não quer mais usar mochila de bichinho... a Barbie ela assume que gosta, e muito.
Já escreve cartinha para mim, lê tudo que vê pela frente. E briga comigo quando eu não dou atenção que ela está lendo...
Anna Júlia é minha! Deus mandou para eu cuidar.
Me emociono ao falar pq a gente já passou por muitas coisas para chegar a esse nível de hoje. Coisas que só a gente sabe... E ela sempre foi minha amiga!
Não foi à toa que ela veio ao mundo. Não foi mesmo!
E ainda uma menina! Não podia ser diferente...
Bem... ela tá aí lindona, grandona, sem dente! E sábado completa 7 anos! Um dia de muita alegria p mim! :D
E o que mais desejo a ela nesse mundo é saúde, amor e felicidades sempre!
Minha menina, minha vida.

P.s: Mandem energias boas daí também!
Acho aniversário muito importante por isso... Todo mundo desejando junto numa só voz... Mtas felicidades, mtos anos de vida.

Bjinhoos

15 março, 2007

Tô saudosa hoje...

Mais um dia!
E tudo o que eu queria era um espaço meu... um quarto lilás, quadros com muitas fotos na parede, tv, uma king, sapatos aos montes espalhados pelo chão, a roupa do dia seguinte, os meus livros do lado da cabeceira da cama, edredom no calor e no frio, música, as minhas roupas separadas por cor, 5 gavetas de calcinha...
Dividir é foda! Ainda mais qdo não é seu.
Enfim... desabafos do meio da semana.
Saudade de morar sozinha... receber meus amigos, colocar cerveja na geladeira p eu beber no fim de semana, acender um L.A. de menta no meio da madrugada, ouvir baixinho a música preferida, ligar a tv, som qdo ouvir barulhos estranhos... tomar banho de porta aberta, sair do banheiro pelada e ficar, ainda pelada, escolhendo a roupa q vou vestir.
Cozinhar só para mim e ainda se estiver ruim, jogar fora e fazer de novo.
Comer sopa de ervilha durante uma semana só pq não dá para fazer pouca quantidade.
Chamar vizinho p trocar o gás.
Pagar um conta de luz de R$ 36,00 e ainda achar cara.
Chegar às 3 da manhã alcolizada e dormir com o pé preto sim.
Chegar da praia, destruir a geladeira e dormir de biquini no chão da sala com a Tv ligada...
Bom p cacete!
Saudade do shopping também...
Ir trabalhar linda e maquiada, roupa nova sempre.
Horário gostoso. Fins de semana não são tão legais, mas faz parte.
Muita saudade. Clientes chatos, outros legais... e o meu querido Rosas no final do expediente!
Cervejada, mpb, cigarrinho, amigos doidos! Galera de shopping toda reunida após mais um dia exausto de trabalho.
Saudade dos amigos, das festas, de todos as noites que nunca eram falidas! Am/Pm antes e depois e todas as cervejas do mundo para mim!
Mas abri mão de tudo isso para ser feliz. Mas a saudade faz parte né?! Não podem me culpar!
Saudade é uma parada que dá e não passa... não passa mesmo!
Saudade de quem eu era até... doida! Rs
Se quem me conhece hoje, me conhecesse antes... hixiiii Queimação de filme total. Mas vamos deixar isso p lá...
Quero muito sushi hoje! Alguém topa?
Bjos queridas e queridos.

05 março, 2007

Homens!!!

Quem os entende?

Velha história...

Que capacidade surreal de conquista, de fazer envolver, de te deixar babando e tremendo, mole e com o coração palpitante, só de ver o número do "ser" chamando no seu celular... Tão fácil!
Depois da primeira noite de amor então... se ele for tão envolvente e quente como parece até então... a gente pode jurar que ele é o homem da vida!
E aí depois que vc deleta todos os números dos levantadores de ego do seu celular e conta para todas as suas amigas que está apaixonada, deixa de ir para as melhores festas e aos melhores chopps com os amigos que sempre acaba em pagação de mico... depois que vc se exclui, se deleta, se ausenta da sua própria vida e passa a viver em função do "bonito"...
Ahhh depois disso... qdo ele tem certeza de q vc tá caída, aliás prostada... e ele conta para todos os amigos: Olha quem eu estou comendo agora! Começa a cagação na cabeça! É fato! Claro q isso pode durar 1 semana, 1 mês, 1 ano, 2 e meio, e até 4 anos... acredite!!! Mas no fim das contas ele sempre dá aquela cagada fenomenal na sua cabeça!
E existe solução para isso não ocorrer? Qual o segredo?
Caráter? Acho q não... pq a gente sempre acha q eles já tem. Mas no fim das contas...
Pode ser que o segredo seja se usar mesmo.
É difícil, pode parecer trágico sair sozinha qdo tudo o q vc quer no mundo é estar em compania do amado, é trágico para mim tb... mas a gente tem de se esforçar o bastante para não sofrer a dor da tragédia maior tempos depois...
Não largar as amigas, os amigos, as saídas... os números de telefone dos "levantadores de ego" podem servir para os momentos de fuga. Não os desperdice!
Mulher tb é complicado, concordo. Mas a gente não usa ng desse jeito não! A gente fala logo na cara. To afim; não estou afim; vc é um chato; não to afim de dar meu telefone; ah não garoto, hoje eu só quero dançar, e sozinha!; olha só dá p vc não me ligar mais.
Homem não dá fora enquanto não desfila e leva p cama a menina cobiçada.
Infelizmente ao lado deles, a gente tem q estar preparada sempre para o pior. Vai ser sempre assim... Mas q a gente tenha em q se segurar para não ficar sozinha e na merda.
Viva o chopp com as amigas, as noites viradas no "chão, chão" e todos os novos casos q vier! Vale tudo para esquecer o "apenso".


To ficando traumatizada a cada história nova de uma amiga sobre os casos e namorados.


Eu tb já passei por tudo isso... mas ainda me surpreendo. Afinal, quem os entende?


Eu amo hoje, amanhã não mais... mas a amizade continua, acabo o relacionamento na boa, viro amiga da atual do ex e saimos todos juntos para papear... qual o problema? Não deu certo, mas a amizade continua e os momentos engraçados que tivemos quero que fique na lembrança como coisa boa, como uma boa amiga...
Os homens? Não querem mais vc por perto. Vc deixou de ser a comidinha. Faz vc o odiar para todo o sempre. Qual o bom disso? São burros!

Aff... morte à todos os filhos da puta!


E Viva as mulheres bem resolvidas!


Bjooos e boa semana

27 fevereiro, 2007

Notícias dos últimos dias...

Carnaval. Mauá. Enfim Mauá.

Divertido? Sim.
Como todas as outras vezes? Não.
Mas o que importava naquela viagem, era ele estar ali comigo. Leva-lo a conhecer um pouquinho do mundo que eu gosto, do lugar simples, bonito e tranquilo que eu acho mágico e fundamental ser visitado pelo menos 1 vez ao ano.
E eles estava lá comigo. Bastava.
Trilhas, cachoeiras, comilança, passeios às pontos turísticos que as pessoas não conheciam.
Bem cansativo para o meu sedentarismo. Mas acordar e ver o sorriso mais lindo do mundo dizendo que me amava me fazia ter mais gás para a diária nada convencional.
Foi mágico. Foi sim.
Quero de novo, mais outras e outras vezes.
Deu um super empurrão na relação. Era simples. Faltava isso. Faltava um pouco disso. Deixar de ser tão amigos e ser namorados. Um casal feliz de namorados.
Na quarta nos rendemos ao nosso favorito Benkey Sushi. Comilança total outra vez. Uma delícia. Eu e ele; ele e eu; e mais ninguém. Estava divertido.
Sexta casamento de uma amiga, dele. Fomos o casal mais lindo do casamento todo, mas q os noivos até... dançamos, namoramos e rimos à vontade.
Sábado, fatídico. Crise de choro antes de sair de casa para visitar a vovó... Ele sempre um fofo... e eu com aquele mau humor que nem eu suporto.
Notícia ruim que meu pai tinha engavetado com o carro. Choro descontrolado o meu... mais!
E ele ali. Fofo demais... amparando, apoiando e cuidando.
Uma briga via telefone com um amigo, ex amigo, sei lá o que é agora... uma briga com alguém que eu desconheço... uma briga à favor de quem eu conheço a pouco tempo, mas conheço bem. A quem eu me esforçaria ao máximo só para não ver sofrer. E a quem eu brigaria quantas vezes forem necessárias para não ser injustiçada.
Enfim... Injustiça total. Com a amiga, comigo, com o amigo, com a filha, com a namorada. Com todas as pessoas que estendem a mão.
Pode ser q daqui a algum tempo esteja tão aberto a conversa e ainda ainda esteja disposta a ouvir e dizer as coisas que eu acho.
Domingo de muito sol. Piscina, churrasco... os amigos dele e alguns meus. A mesma coisa de sempre? Sim.
Mas dessa vez eu tava pior... TPM ferrada. Vontade de me trancar no quarto e chorar sozinha durantes horas, até passar... Consegui me livrar disso durante o dia, pq distrai com os amigos e levei um papo saudável no fim de tarde...
Mas à noite, lá estava eu finjindo que lia um livro e aos prantos de novo. Como se alguma coisa de mto ruim fosse acontecer... E ele? Bonzinho demais. Chorou comigo e pediu p eu ficar feliz logo p consequentemente ele tb.

Eu amo mto essa parte inteira do meu eu. O sorriso lindo dele e o meu ao lado.

Xô baixo astral p todo mundo!

Vamos todos ficar bem. É sério! Eu prometo.

E a academia nada! Começou a sacanagem! hehehe

Bjos procês!

14 fevereiro, 2007

Recomeçar!

Recomeçar...
Fazer novo. Fazer de novo. Perdoar. Pedir perdão. Vencer os medos. Ter atitude. Usar roupa divertida. Ir jantar fora de chinelo. Cantar alto. Ir ao cinema sozinha. Escrever. Voltar atráz. Fazer uma tatoo nova. Malhar. Tentar falar inglês. Perder os medos. Ser forte. Ser passiva. Tolerar algumas coisas. Ter segurança. Amar. Produzir. Ver frutos. Comer menos. Ajudar. Escutar. Falar. Contar. Fazer. Interagir. Segurar. Aparecer. Ser íntegra. Ser gente. Fazer caridade.
Se fazer feliz todos dos dias.

06 fevereiro, 2007

USE-SE

O texto não é meu...
Mas achei muitíssimo interessante.
Serve para nós, mulheres, que de vez em quando nos pegamos caídas, prostada diante de uma situação que não faz sentido... Ahhh os homens! É mto o que eu falo sempre aqui. Usar-se, usar-se sempre! Se amar e se fazer feliz, mesmo qdo não se é mais, involuntariamente.

Leia e reflita! =)

"Coitada, foi usada por aquele cafajeste.
Ouvi essa frase na beira da praia, num papo que rolava no guarda-sol ao lado.
Pelo visto a coitada em questão financiou algum malandro, ou serviu de degrau para um alpinista social, sei lá, só sei que ela havia sido usada. No pior sentido, deu pra perceber pelo tom do comentário.
Mas não fiquei com pena da coitada, seja ela quem for. Não costumo ir atrás desta história de "foi usada".
No que se refere a adultos, todo mundo sabe mais ou menos onde está se metendo, ninguém é totalmente inocente. Se nos usam, algum consentimento a gente deu, mesmo sem ter assinado procuração.
E se estamos assim tão desfrutáveis para o uso alheio, seguramente é porque estamos nos usando pouco.
Se for este o caso, seguem sugestões para usar a si mesmo: comer, beber, dormir e transar, nossas quatro necessidades básicas, sempre com segurança, mas também sem esquecer que estamos aqui para nos divertir.
Usar-se nada mais é do que reconhecer a si próprio como uma fonte de prazer.
Dançar sem medo de pagar mico, dizer o que pensa mesmo que isso contrarie as verdades estabelecidas, rir sem inibição? dane-se se aparecer a gengiva. Mas cuide da sua gengiva, cuide dos dentes, não se negligencie.
Use seu médico, seu dentista, sua saúde.
Use-se para progredir na vida. Alguma coisa você já deve ter aprendido até aqui.
Encoste-se na sua própria experiência e intuição, honre sua história de vida, seu currículo, e se ele não for tão atraente, incremente-o.
Use sua voz: marque entrevistas.
Use sua simpatia: convença os outros.
Use seus neurônios: pra todo o resto.
E este coração acomodado aí no peito? Use-o, ora bolas. Não fique protegendo-se de frustrações só porque seu grande amor da adolescência não deu certo. Ou porque seu casamento até-que-a-morte-os-separe durou "apenas" 13 anos. Não enviuve de si mesmo, ninguém morreu.
Use-se para conseguir uma passagem para a Patagônia, use-se para fazer amigos, use-se para evoluir.
Use seus olhos para ler, chorar, reter cenas vistas e vividas - a memória e a emoção vêm muito do olho.
Use os ouvidos para escutar boa música, estímulos e o silêncio mais completo.
Use as pernas para pedalar, escalar, levantar da cama, ir aonde quiser.
Seus dedos para pedir carona, escrever poemas, apontar distâncias.
Sua boca pra sorrir, sua barriga para gerar filhos, seus seios para amamentar, seus braços para trabalhar, sua alma para preencher-se, seu cérebro para não morrer em vida.
Use-se.
Se você não fizer, algum engraçadinho o fará. E você virará assunto de beira de praia."

02 fevereiro, 2007

Autismo

Despertador, bocecho, escova de dentes, creme dental.
Roupa de ginástica, Tênis e meias.
Queijo quente, cebion, suco.
Moto, mp3 player, capacete, vento.
Academia, bicicleta, esteira, banco.
Moto, capacete, vento, mp3 player.
Banho, calça jeans, blusa, colar, sandálias, rímel.
Van, óculos escuros, mp3 player, 1 km.
Chaves, escritório, computador, emails, msn, orkut, telefone, cliente, emails, amigas, desabafo.
Telefone, almoço, cigarros, conversa.
Chaves, escritório, emais, telefone, cliente, goiaba, mate, telefone.
Chaves, elevador, cliente, carro, apartamento.
Chaves, escritório, telefone, chefe, cliente.
Elevador, carro, apartamento.
Chaves, escritório, emails...
Namorado, beijo, capacete, moto, frio, shopping, 2 surf, hering, lojas americanas, lápis, apontador, borracha, estojo, caneta, hidrocor, lápis de cor, tesoura, escova de dentes, creme dental, sabonete, meias.
Moto, capacete, abraço.
Chaves, casa.
Banho, camisa, fome, jantar, suco, conversa, risos.
Cama, risos, carinho, colo, sono...

01 fevereiro, 2007

Saudades...

Saudade ...
saudade do coração palpitando ao ver o sorriso lindo brilhar, saudade da mão na mão, do toque de carinho, do olho no olho, do telefonema ao meio do dia p lembrar que ama, do convite para o jantar que não se espera, do amor feito com vontade, da preparação de uma noite inesquecível, do colo p dormir onde não se ouvia reclamação de dores musculares (de ambas as partes), do banho junto que era apenas mais um tempo p contar do dia, do tratamento à família que queríamos conquistar, da saída do sábado à noite, da praia nas manhãs de domingo, do abraço apertado pelas costas e um beijo na nuca, da alegria que se sentia qdo ambos chegavam do trabalho, do café da manhã na mesma hora e na mesma mesa, das horas de massagem doadas sem querer receber nada em troca, do beijo ao acordar, da proteção, da preocupação, da única viagem, de ouvir o toque do violão com a música preferida, de uma mensagem inesperada no celular ou orkut, de me arrumar e receber um elogio, de ir ao cinema, de sair p dançar, de beijar demorado, de fazer parte... da vida, do dia, dos risos, da cama, do namoro, do coração.

Só amar basta?!

...

24 janeiro, 2007

Um mundo que talvez não seja mais o meu!


É isso! Pode ser que eu não esteja mais a fim de viver isso sozinha enquanto ainda estou junto...
Eu lá no Circo Voador, uma banda legal com umas músicas que nunca ouvi, mas era divertido... Dj Malboro nos intervalos, pessoas com fantasias estranhas, bêbadas, ousadas, sorridentes, pulantes, dançantes... e eu vendo tudo aquilo lá diante de mim... fazendo o maior esforço p não falir a minha noite. Me diverti sim! Mas não bastante como era antes... faltava alguma coisa! E o que era? sei lá... não faço idéia! Mas não era como antes, definitivamente.
Há um ano atrás eu estaria bêbada, com um cigarro entre os dedos de mãozinha p alto, no meio da multidão suada, se fudendo p dia seguinte de trabalho... ah e eu tb tinha dado uns beijos naquele anjo... (hehehe) enfim...
Parecia que não era eu, eu não estava me reconhecendo. Era um mundo que não é mais o meu... E to com medo, eu juro! Será que eu estou ficando dependente??? Mas é involuntário...
Faltava muito aquele sorriso comigo, aquela cara gostosa me fazendo rir a noite inteira...
É fato! Sair sozinha pode ser um resgate à mim mesma, mas não foi tão maravilhoso qto eu imaginava que seria.
Tá aí... fazer o que?! Acho que to amando mesmo e pronto. Acho que acabou a fase de ferveção e eu estou ficando mesmo a menina bonitinha, boazinha, namoradinha...
Ahhhhhhh não sei se gosto. Queria, às vezes, resgatar a ovelha negra... Mas não consigo! É mais forte que eu...
Nada fica tão divertido e engraçado e maravilhoso se o sorriso mais lindo desse mundo não tá do meu lado!
E é assim...

Primeiro dia da dieta da sopa. (sopa, frutas, e só!) Tenho que voltar ao número 38! uiiiii...

Saudade do ladrão de controle remoto!!! :-(

20 janeiro, 2007

Saudade!



Ahhhhhhhhh q baita saudade de meu nego! Não vejo a hora dele entrar por aquela porta feliz da vida, me chamando de amorzão e me pegando no colo...
Saudade de todas as gavetas abertas, as cuecas jogadas no chão, o pé dele no meu, o banho junto...
Aiii q droga!

...

"Alegria constante, desejo mútuo, paixão racional, felicidade extrema, riso fácil, bom humor diário, beijos deliciosos, paz estável, apelidos fofos, carinhos recíprocos, brincadeiras inocentes, frases bonitas, sono com as pernas entrelaçadas, um amor gigante... Tdo proporcionado por vc em quantidades, medidamentes certas para me fazer querer estar ao seu lado sempre! Aonde quer q eu vá te levo comigo...! Te fazer bem é tão recompensador... que passaria horas só lhe dando chamegos! RsOlho p trás e tenho mais certeza que lhe esperar valeu MTO a pena! Hoje eu sou mto feliz contigo e estamos conectados a toda essa explosão de sentimentos gradativamente no mesmo nível!Dizer que te amo bastaria apenas para firmar, mais uma vez, o que lhe digo todos dos dias! Então prefiro não dizer nada, e vc sentir a cada dia toda a energia desse amor que nasceu por vc!Que vivamos sem limites uma grande história! =)

Love without limits!

Ahhhhhhhhhh quero vc aqui comigo!

19 janeiro, 2007

Quando chega ao fim...

Todo mundo já passou por isso um dia... E é uma dor que parece não passar, são horas perdidas de insônia, são dias angustiantes, aquela dor no peito, horas olhando todas as fotos... os dias felizes, os sorrisos cativantes, os momentos...cada detalhe... as viagens, as festas, o olhar... lembranças de cada conversa séria, cada beijo roubado, cada eu te amo dito sem esperar, o primeiro beijo, o primeiro carinho... lembranças, momentos, vida... q parece não voltar mais, e vc olha o tempo todo anciosamente para o telefone querendo que ele toque e que diga que tudo aquilo não passa de uma bobagem, que ele te ama e tudo o que quer é ficar junto. Mas as horas passam... e o telefone mudo.
Parece que vc nunca mais vai encontrar um amor que te faça tudo isso, que te faça feliz, como vc foi...
Bom demais se apaixonar, o início... tdo é lindo! A vida tem mais graça, o coração palpita... vc conquista, e é conquistada todos os dias, vc conhece o outro, sabe os gostos, as preferências, a cor preferida... vc olha ele dormir, faz carinho, beija... vc tem ele do lado... sempre! Riem juntos, dançam, comemoram, se ajudam, conhece a família, os amigos, dividem a cama, o guarda roupas, a mesa do jantar, o chuveiro, as meias, a casa! E de repente isso tudo chega ao fim... como dói! E todos os emails trocados, as fotos, os vídeos, as mensagens no celular, os amigos em comum, o tempo q vcs ficaram juntos?!?
Onde está o amor que a uma semana atras era todo seu? E onde está o seu chão agora? Onde está a saída?
Esperar... espera que passa... e passa mesmo. Mas essa fase infinita parece não passar... e toda a dor que vc sente é só sua. Ninguém sabe o que vc sente e mto menos o que viveram juntos...
É uma covardia! É sim uma facada no coração! É nada de consideração! É um amor gigante que, agora, não tem retribuição. É uma falta na sua vida. É a perda dos seus sentidos. É a tristeza que vc não consegue conviver.
Dói para quem está de fora. Era tão lindo aquele casal junto, os finais de semana com a gente, as gargalhadas à quatro, os papos na varanda, a vida "conjugal" extamente parecida, a praia aos sábados, o jantar à noite, os almoços de domingo... e agora?! Era o time! E o time que não podia perder... Nunca!

...